4ª Reunião Transnacional do Projecto em Kumanovo, na Macedónia do Norte

A 4ª reunião transnacionalde parceiros realizou-se em Kumanovo, na Macedónia do Norte, nos dias 15 e 16 de março de 2019.

Durante a reunião, parceiros e voluntários foram acompanhados por representantes da empresa de desenvolvimento de software DKK. A DKK Development criou a ferramenta AAC (Comunicação Aumentativa e Alternativa) “TIM”.

Durante o primeiro dia, os parceiros tiveram uma discussão para a agenda do curso para pessoas com deficiência intelectual que se irá realizar na Polónia, em junho.

A segunda parte da reunião foi sobre a ferramenta AAC, que deve apoiar a polícia e as pessoas com deficiência intelectual e dificuldades de comunicação, facilitando a comunicação. Os parceiros do projeto tiveram a oportunidade de conhecer e experimentar a aplicação “TIM”.

O dia terminou com um jantar no restaurante “Baba Cana”, onde os participantes da reunião tiveram a oportunidade de provar a cozinha da Macedónia.

No segundo dia, os parceiros trabalharam em grupos sobre guia digital para a polícia, que explicará como comunicar com pessoas com deficiências intelectuais, e um folheto de leitura fácil sobre como lidar com crimes e violência na Internet. Como resultado desse trabalho, os parceiros prepararam uma publicação estruturada, distribuindo o trabalho entre si e criando um cronograma para criar os resultados restantes.

Formação de curta duração para colaboradores em Portugal

No início de fevereiro, os parceiros do projeto, bem como professores e instrutores de diferentes organizações e instituições que apoiam adultos com deficiências intelectuais, reuniram-se para o curso “Como as pessoas com deficiências intelectuais podem lidar com os perigos na Internet; Proteção e suporte ”. O curso teve lugar em Portugal, no Instituto Politécnico de Santarém.

Os parceiros do projeto partilharam o conhecimento adquirido durante o curso do projeto. As habilidades e competências dos educadores de adultos a serem desenvolvidas incluem:

  • conhecimento de riscos ao usar a internet, tipos de crime, violência;
  • como reconhecer que uma pessoa com deficiência intelectual experimentou ou está passando por uma situação perigosa on-line, levando em consideração sintomas indiretos;
     

  • conhecimento dos procedimentos relativos ao julgamento do crime;
     

  • como apoiar uma vítima com deficiência intelectual e como ajudar a evitar perigos.

 

working in groupsO curso tratou de tópicos como:

  • boas práticas no apoio a pessoas com deficiências intelectuais no uso da internet,
     

  • casos bem conhecidos de crimes cibernéticos,
     

  • como reconhecer que uma pessoa foi abusada e como dar apoio,
     

  • o banco de dados do projeto com regras de segurança

Os participantes do curso ficaram muito impressionados com o relato de uma mãe cuja filha tem uma deficiência intelectual e sofreu violência de um estranho que conheceu nas redes sociais. Os participantes também tiveram a oportunidade de ouvir policiais portugueses que descreveram o seu sistema de acusação nacional, como eles apoiam as vítimas e os seus métodos de prevenção ao crime no campo do crime na Internet. Esta foi uma oportunidade de reflexão e de comparações entre os diferentes países.

Após a formação, os parceiros do projeto e os participantes do curso tiveram a oportunidade de conviver durante um evento intercultural. Cada país apresentou a sua culinária, folclore, danças e paisagens. A equipe polaca preparou um filme especificamente para o curso mostrando as cidades e países dos participantes do curso.

culture integration event

O curso realizou-se em Santarém – uma cidade e município localizado no distrito de Santarém em Portugal, a 50 km de Lisboa. A cidade de Santarém foi a casa dos reis portugueses ao longo da Idade Média. É a cidade com o melhor conjunto de arquitetura gótica de Portugal, presente nas suas paredes, igrejas, conventos e monumentos como uma fonte gótica com um selo do rei. Os organizadores do curso e os participantes foram convidados para uma visita guiada pela cidade após uma reunião com a vice-presidente da câmara de Santarém.

O curso transmitiu conhecimentos importantes aos participantes. Deixaram Portugal com novas competências, novos contactos profissionais e com novos amigos.

Os parceiros do projeto provavelmente encontrarão a maioria dos professores participantes novamente em junho, em Varsóvia, onde se realizará um curso para pessoas com deficiências intelectuais.

2º Encontro de Projetos Transnacionais em Praga

Nos dias 15 e 16 de junho de 2018, os sócios participantes deste projeto reuniram-se em Praga. Fomos hospedados por společnost pro podporu lidí s mentálním postižením v České republice (Inclusion Czech Republic).

A reunião foi muito útil.

A primeira questão importante foi a recolha de estudos de caso. Os sócios chegaram a acordo no título e no formato e estabeleceram alguns prazos a respeito de traduzir a informação em línguas diferentes e em outras matérias.

Os parceiros também discutiram a alteração da forma dos botões de navegação, incluindo o botão que indica o conteúdo fácil de ler.

Os parceiros consideraram as alterações propostas anteriormente para a base de dados e desenvolveram uma lista de alterações e novas opções.

A versão nova e melhorada do banco de dados estará online em breve.

Uma parte muito interessante da reunião foi a discussão e brainstorming sobre os programas do curso. Os parceiros do projeto desenvolverão materiais educacionais e fornecerão formação para pessoas que trabalham na educação e apoio a adultos, por um lado, e a pessoas com deficiência intelectual, por outro. Os cursos terão lugar em Portugal e na Polónia e centrar-se-ão nos principais temas do projecto, incluindo como reconhecer que alguém foi vítima de crime na Internet e como apoiar tal pessoa.

Pode encontrar algumas fotos da reunião aqui.

1ª Reunião do Projeto Transnacional em Varsóvia

Nos dias 8 e 9 de dezembro de 2017, os parceiros do projeto reuniram-se em Varsóvia. A 1ª Reunião do Projeto Transnacional foi realizada no escritório da Associação Polonesa para Pessoas com Deficiência Intelectual (PSONI).

No início do encontro, Wiesława Włodarska, contabilista do PSONI, explicou as principais regras na gestão financeira dos projectos Erasmus + KA2.

Os parceiros acordaram datas para as próximas reuniões e atividades do projeto, com base na solicitação do mesmo.

Durante o segundo dia da reunião, os parceiros refletiram sobre o design do portal do projeto e começaram a trabalhar nos estudos de caso que formarão a base para as outras atividades do projeto.

Algumas fotos da reunião podem ser encontradas na galeria.

O projeto Be.Safe acabou de começar!

Hoje deu-se início ao novo projeto “Be.Safe”.

Temos pela frente dois anos de trabalho emocionante! Os parceiros do projeto estão ansiosos por uma colaboração frutífera.